sábado, 11 de junho de 2011

Lua Sangrenta!


Lua Sangrenta!

A Lua me mostra o futuro
As vezes rindo e as vezes chorando.
E como me assusta
Quando aparece coberta de sangue
Expondo o meu penar.
(tudo eh encoberto pelo amanhecer)
E a noite se decipa aos poucos
Me devolvendo ao manto a qual fui condenado!!

Nas horas do dia
Quando sei que a noite será fria e sombria
Quando sei que a besta clamara em meu corpo
As horas do dia são minha única saída!!

Quando a lua chora e não posso ver seu rosto
O Animal eh aprisionado por quem me condena
E sei que a noite seguira serena
Ate a próxima lua sangrenta
Quando a besta clamar em meu corpo
Arrastando corpos pelos esgotos
Para alimentar a fúria de um lobo!!

William DuArte 06-08/08/07

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário